Uberlândia está no topo do Mapa do Turismo Brasileiro pela terceira vez...

Uberlândia está no topo do Mapa do Turismo Brasileiro pela terceira vez consecutiva

0 911

EM MINAS GERAIS, ENTRE 587 MUNICÍPIOS CADASTRADOS NO LEVANTAMENTO, APENAS A MAIOR CIDADE DO INTERIOR MINEIRO E OUTRAS DUAS FORAM CLASSIFICADAS NA CATEGORIA A.


Secretaria de Governo e Comunicação/PMU

Com uma estruturada gestão de políticas públicas, Uberlândia, mais uma vez, é destaque em ranking nacional. Pela terceira vez consecutiva, a cidade está entre as mais bem preparadas para receber os turistas do país e estrangeiros, qualificada na categoria A do Mapa do Turismo Brasileiro 2023, divulgado pelo Ministério do Turismo (MTur). No país, de 2.477 municípios inscritos até o momento, somente 55 alcançaram a categoria A. Os dois levantamentos anteriores são de 2022 e do período 2019 a 2021.

Em Minas Gerais, entre 587 municípios cadastrados no Mapa do Turismo 2023, apenas três cidades foram classificadas na categoria A: Uberlândia, única representante do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba que obteve essa condição, além de Belo Horizonte e Poços de Caldas. Uberlândia ficou à frente de outros grandes municípios mineiros, como Juiz de Fora e Montes Claros, que apareceram na categoria B. O Mapa mostra 27 municípios mineiros na categoria B, 69 na C, 365 na D e 123 na E.

Mapa do Turismo Brasileiro

O Mapa do Turismo Brasileiro é um ranking divulgado pelo MTur, no qual estão presentes cidades que consideram o setor estratégico para o desenvolvimento e com real vocação turística ou que são impactados pela movimentação econômica gerada por viagens.

No levantamento, os municípios são classificados em cinco categorias: A, B, C, D e E. De posse desta classificação, o gestor público pode avaliar o desempenho do seu município no turismo, orientando ações para o desenvolvimento do setor.

A classificação leva em consideração itens diretamente relacionados à economia do turismo como quantidade de estabelecimentos de hospedagens e de empregos que geram, estimativas de visitantes domésticos e internacionais realizadas pelo MTur e arrecadação de impostos federais a partir dos meios de hospedagem informada pela Receita Federal. Os municípios também precisam atender a critérios, como ter um órgão de turismo e orçamento definido para investimentos, além de ter Conselho Municipal de Turismo ativo.

Saiba mais: Mapa do Turismo Brasileiro 2023

ARTIGOS SEMELHANTES

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta